Sabores

Vagueámos durante tempo indeterminado os mesmo caminhos, exercemos as mesmas pisadas, com diálogos que faziam sorrir cada rosto. Deixei contar e também confiei. Fomos até tarde, partilhámos o mesmo sabor e depois de perceber que aquilo podia ter outro significado, distraí-me e continuei, sozinha. Não falei mais. Não consegui dizer mais nada. Paralisei. Era tudo tão forte e esmoreceu tão eficazmente, sem eu querer e ser avisada. Agora, resta prosseguir o inacabado.

1 comentários:

isa meireles disse...

mudança de ''casa'' , vou seguir.
antigo : http://peakofdream.blogspot.com

um abraço ! *

 
Designed by Lena