borboletas

A noite foi gelada?
Não senti, estava entre os teus braços.
Entre olhares e brincadeiras, o autocontrolo deixou de ter poder sobre nós. De surpresa os teus lábios tocaram os meus, nunca senti nada tão doce, tão viciante. Os nossos lábios moviam-se em plena sintonia, a tua boca descobria a minha e fui perdendo completamente a noção e a força para te resistir a ti e aos teus lábios.
Entre cada abraço apertado, o teu coração abafava o meu. Naquele momento percebi que não desejava mais nada, a não ser ter-te ali comigo.
Acelera-me a respiração, faz-me sentir borboletas, põe-me a tremer*

"O prazer é tão maleável

Daí o seu valor ser inestimável"

4 comentários:

Gabriela disse...

GRANDE MUSER! essas sensações valem milhões. E essa citação final deu o toque à coisa :)

Rita da Maçaroca disse...

Adorei :0

Deveras impressionante...

Beijoca

Mariana disse...

a melhor sensação do mundo essa .. :)

Jé. disse...

Belo texto.

 
Designed by Lena