Lá fora faz Frio

A vida só faz realmente sentido, quando por alguma razão, sentimos que queremos continuar, num dia ao acordar. Tudo o que possuímos ou não, pode fazer a diferença e tudo o que pensamos ou desejamos, é digno de ser avaliado, sempre.
Hoje deixaram-te lá fora e eu assisti a tudo, limitando-me a olhar. Não fiz nada para que pudesses estar onde estava e como estava. Fiquei quieta. Os teus olhos perfeitamente brilhantes suplicavam pela ternura de um calor ou de um aperto que te pudesse aconchegar e mesmo assim, com esse teu ar atónito, não te pouparam mais uma prática obscena. A manta que te aquecia, a tua única fiel cobertura, foi-te retirada, para aquecer alguém que estava em casa, num estado acolhedor e quentinho. Alguém mais privilegiado e indecente, sobreposto depois no algodão já aquecido pela tua estrutura. Num ápice, sem perdões e sentimentos. Os olhos já tristes ficaram ainda mais molhados, com um brilho intenso que jamais saiu. O sofrimento estava no cume e as lágrimas cessaram a balançar.

5 comentários:

PR" disse...

Texto muito bonito**

Rita da Maçaroca disse...

"O sofrimento estava no cume e as lágrimas cessaram a balançar.2
Adorei jezebel
:D

Ha' muito tempo qe nao me sinto assim. Ainda bem :)

Beijinhos L'

Rita da Maçaroca disse...

Posso sim :)
aesperadecrescer@gmail.com

:D

beatriz'mr disse...

Phew!
Enquanto lia, consegui sentir tudo. *.*
Mas é que escreves MESMO bem. :'D

Gabriela disse...

A JEZEBEL E AS SUAS GRANDES OBRAS :)

 
Designed by Lena